terça-feira, 30 de junho de 2015

UM MAL A MENOS



O discípulo, ingênuo e precipitado, interrogou emocionado o Mestre compassivo:

— Que poderei fazer para tornar o mundo melhor? Vejo a Humanidade infeliz, campeando em alucinação expressiva, com esgares de perversidade e sempre agressiva.

Em toda parte medram o ódio, a inveja, a perseguição gratuita. As pessoas digladiam-se encarniçadamente e somente encontro sombras onde esperava descobrir a luz... Que fazer?

O Mestre permaneceu em sereno silêncio, enquanto o aprendiz retornava à carga:

— Gostaria de extirpar o mal da Terra por definitivo, acabar com a miséria e o sofrimento, mas sinto-me sem recursos.

Que poderei fazer em favor dos infelizes e perversos?

Tomado de compaixão pelo desarvorado candidato à transformação do planeta, redarguiu o sábio:

— Mudar as condições da Terra e dos seus habitantes, neste momento, é tarefa impossível. No entanto, se te encontras realmente interessado em contribuir em favor da Humanidade para que seja feliz, adentra-te em ti mesmo, e faze-te gentil, melhor e iluminado, havendo, a partir deste momento, um perverso e ignorante a menos no mundo...

...E continuou meditando.
*****************************
 Eros 
Divaldo Pereira Franco
 


segunda-feira, 29 de junho de 2015

Abençoar e Compreender



Ressentimento não se constitui tão-só do azedume que se nos introduz no espírito, quando a incompreensão nos torna intolerantes, à frente das grandes dificuldades de alguém.

Existem igualmente os pequeninos contratempos do cotidiano que, sem a precisa defesa da vigilância, acabam por transformar-nos o coração em vaso de fel, a expelir germes de obsessão e desequilíbrio, ambientando a enfermidade ou favorecendo a morte.

Analisemos essas diminutas irregularidades que nos será lícito classificar como sendo cargas de sombra íntima:

O descontentamento à mesa porque a refeição não apresente o prato ideal;

a impaciência ante a condução retardada;

a indisposição contra o clima;

a contrariedade em serviço;

o constrangimento para desculpar um amigo;

o mal-estar perante um desafeto;

o melindre desperto, em ouvindo opiniões que se nos mostrem desfavoráveis;

o desagrado nas compras;

o desgosto injustificável em família, unicamente pelo motivo desse ou daquele parente não pensar pela nossa cabeça;

os cuidados exagerados com obstáculos naturais na experiência comum;

a pressa e a agitação desnecessárias;

o descontrole ante uma visita-problema;

a exasperação diante de uma tarefa extra programa;

o desespero contra as provas inevitáveis que a vida nos oferece a cada um.

Tanto pesa na balança o quilo de chumbo em massa, quanto o quilo de paina depositado, de haste em haste.

Meditemos, em torno disso, e reconheceremos que o perdão incondicional deve também alcançar as mínimas circunstâncias que se nos façam adversas. Em síntese, para que a paz more conosco, assegurando-nos proveito e alegria, nos caminhos do tempo, é forçoso não apenas trabalhar e servir sempre, mas igualmente compreender e abençoar.

********************
Emmanuel
 Francisco Cândido Xavier



domingo, 28 de junho de 2015

Provação


Se a provação se te abateu sobre o espírito de tal modo que já não sabes, de pronto, como orientar o próprio caminho, não te entregues a qualquer atitude negativa.

Recorda que o desânimo é fator de mais amplo abatimento.
Suicídio se te faria calamidade.

Queixas não te adiantariam.

Acusações contra outrem te agravariam o quadro de inquietações.

A fuga te lançaria em descrédito.

O desespero te induziria ao desequilíbrio.
Confidências amargas te mergulhariam em problemas inúteis.
Mágoa te travaria ideias infelizes.

A única saída para superar qualquer provação será enfrentá-la com humildade e coragem, procurando-se esquecer o mal e seguir o bem, trabalhar e servir com ânimo e decisão, reconhecendo-se que a Divina Providência, amanhã, nos fará novo dia.
****************
Emmanuel
Chico Xavier





sábado, 27 de junho de 2015

Idade do Corpo Físico



Não dê importância à idade de seu corpo físico: seja sempre jovem e bem disposto espiritualmente.

A alma não tem idade.

A mente jamais envelhece.

Mesmo que o corpo assinale os sintomas da idade física, mantenha-se jovem e bem disposto, porque isto depende de sua mentalização positiva.

Faça que a juventude de seu espírito se irradie através de seu corpo, tenha ela a idade que tiver.
*****************************
Pastorino




sexta-feira, 26 de junho de 2015

Caos da emoção



Cólera – caos da emoção.

Aviso de calamidade iminente.

Ingrediente envenenado no alimento da vida.

Aniquila o entendimento.

Expulsa a simpatia.

Desarticula as forças edificantes.
 
Destrói a fraternidade.

Além disso, prova a total ausência de defesa, entremostrando o patente regresso aos estados primitivos da evolução.

 Onde surge é o dardo da violência.

Como surge é o problema da invigilância.

Quando surge é, frequentemente, o anúncio da enfermidade e a vizinhança da morte.
***
Se a luta evoca essa fera da retaguarda na intimidade de sua alma, courace o pensamento na oração, procurando o equilíbrio.

Somente a harmonia pode instalar você na defensiva, para acertar mais e errar menos.

Peça amparo aos Espíritos Benfeitores contra os ataques desse monstro magnético.

Ele é como o fogo. Para alastrar-se e destruir por um incêndio, basta fagulha.

Serenidade – eis o verdadeiro caminho.
********************
VALÉRIUM
Waldo Vieira 





quinta-feira, 25 de junho de 2015

A Conquista da Serenidade





Um dia amanhece, glorioso, com a luz do sol atravessando as folhas. Silêncio que é quebrado pelo som dos passarinhos que acordam.

Murmúrio de regatos que cantam, perfume de relva molhada pelo orvalho da noite. Será isso serenidade?

A natureza oferece ao homem a oportunidade do silêncio externo, o exemplo da calma. Mas sozinha, ela, a natureza, será capaz de trazer a paz interna?

Muita gente diz assim: Vou sair da cidade, a fim de descansar. Quero esquecer barulho, poluição, trânsito.

Essa é uma paz artificial. Em geral, depois de alguns dias descansando, a pessoa volta para a cidade e aos ruídos da chamada civilização. E ainda exclama ao chegar: Que bom é voltar para o conforto da cidade.

E, nas semanas seguintes, enfrenta novamente os engarrafamentos de trânsito, o som constante das buzinas, a fuligem. A comida engolida às pressas e o estresse do cotidiano estão de volta.

Então vem a pergunta: Será que realmente a serenidade existe em nossa alma? Se ela estivesse mesmo em nós, não teríamos de deixar o local em que vivemos para encontrar a paz, não é mesmo?

A conquista da serenidade é gradativa. A natureza não dá saltos e as mudanças de hábitos arraigados ocorrem muito lentamente. Não se engane com isso.

Muita gente acredita que a simples decisão de modificar um padrão de comportamento é suficiente para que isso aconteça. Mas não é assim.

Um antigo provérbio chinês traduz muito bem essa dificuldade. Ele diz assim: “Um hábito inicia como uma teia de aranha e depois se torna um cabo de aço”. O mesmo acontece em nossa vida.

E a conquista da serenidade não escapa a essa lógica de criar novos hábitos, de reeducar-se. Sim, pois tornar-se pacificado é um exercício de autoeducação.

A pessoa educa-se constantemente. Treina a paciência, o silêncio da mente. É uma conquista diária, um processo que vai se instalando e se fortalecendo.

E por onde começar? O melhor é iniciar pelo dia a dia. Treinando com parentes, amigos, colegas de trabalho. Não se deixando perturbar pelas pequenas coisas do cotidiano.

Das pequenas coisas que irritam, a pessoa passa a adquirir mais força para superar problemas mais graves, situações mais complexas.

Aos poucos, suaviza-se o impacto que os outros exercem sobre nós. Acalma-se o coração, domina-se as emoções, tranquiliza-se a mente.

O resultado é o melhor possível. Com o passar do tempo, a verdadeira paz se instala. E mesmo em meio aos ruídos de todo dia, o homem pacificado não se deixa perturbar.

É como um oásis em meio ao caos da vida moderna. Um espelho de água em meio a tempestades. Esse homem, em qualquer lugar que esteja, traz a serenidade dentro de si.

Experimente começar essa jornada hoje mesmo. Vai torná-lo muito mais feliz.

A serenidade resulta de uma vida metódica, postulada nas ações dinâmicas do bem e na austera disciplina da vontade.

Mantenhamos a serenidade e a nossa paz se espalhará entre todos.
******************************
Momento Espírita

 
 


 

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Frugalidade

 
Alimenta-te para viver, sem a gulodice que leva o homem a viver para comer.
 
Morre-se mais de excesso ou alimentação irregular, do que pela falta de pão.

O exagero e desperdício de uns respondem pela falta e escassez na mesa de outros.

O alimento é bênção para a existência corporal, mas as complexas misturas e extravagantes apresentações constituem paixão injustificável ou vício pernicioso.

Usa o alimento com sabedoria e frugalidade para viveres por longos anos com saúde ideal.
******************
Joanna de Ângelis



 






terça-feira, 23 de junho de 2015

Não Espere...





 

Um dos maiores problemas com os quais o ser humano pode conviver é a busca de aprovação por parte da família ou da sociedade.


Provavelmente isso venha da maneira pela qual criamos a nossa vida. Embasada em princípios absurdamente ultrapassados e, portanto, com padrões equivocados para a nossa individualidade.


Antes era fácil convencer as pessoas por meio de livros, palavras. Agora temos imagens instantâneas à nossa frente. O convencimento tem que ter conteúdo que possa ser absorvido pelas mentes sedentas de saber.


Assim, não espere. Vá à luta. Busque conhecer e aprender, assim sendo:


* Não espere que as coisas aconteçam porque um super-ser vá lhe proporcionar. Isso é engano. É confundir energia com paternidade.


* Não espere que as pessoas em sua volta vejam o seu desempenho no momento e na hora que você mais deseja que isso aconteça. Estes, na maioria das vezes, gostam de você do jeito que é bom para eles. Poucos sabem entender que cada um tem o seu caminhar e a sua forma de ver a vida.


* Não espere que as suas verdades, conquistadas com muito esforço, sirvam também para os demais. O processo de aprendizado é individual.


* Não espere que, depois de viver junto com alguém, as coisas possam ficar melhores. Não, não ficam. As pessoas vêm com suas virtudes e seus defeitos. Ninguém consegue ser o que nós esperamos que seja -por um minuto até pode-, mas o dia inteiro não será possível. Ou você aceita a pessoa como ela é ou irá ter problemas de relacionamento.


* Não espere que um dia a pessoa mude e seja como você gostaria que ela fosse. Isso nunca acontece. O caminhar é individual. Até os sete anos se forma a personalidade de cada vida.


* Não espere que a loteria bata à sua porta. Não existe sorte. Ela só acontece quando merecimento e oportunidade chegam juntos. Portanto, é fundamental saber viver com o que se têm.


* Não espere que o ano novo seja melhor. Você é quem precisa melhorar a sua forma de ver a vida.


* Não espere começar seu regime na segunda-feira. Você está fora do peso porque não sabe entender a vida ao seu redor. É óbvio que alguém ou algo lhe sufoca. É preciso mudar a forma de ver e encarar os problemas que se apresentam em sua vida.


* Não espere por milagres. Eles só existem para as pessoas que LUTAM, se dedicam, trabalham e possuem postura ativa.


* Não espere que seu amigo entenda. Ele vê você exatamente da forma como demonstrou ver. As pessoas se revelam e se mostram nas dificuldades.


* Não espere que os amigos das festas venham lhe ajudar, eventualmente, no transporte dos móveis de sua mudança de casa. A expressiva maioria deles não gosta de você. Gosta e aprecia o que você lhes oferece como distração ou alimento.


* Não espere ter muitos amigos. Poucos nos aceitam como efetivamente somos. Poucos têm a energia compatível.


* Não espere que sua vida melhore se você ficar só reclamando, analisando os outros, falando deles e não agindo a seu favor.


* Não espere que só o conhecimento o ajude em sua vida. O que lhe ajuda e impulsiona é a sabedoria do conhecimento aplicado.


* Não espere que sua felicidade esteja nas mãos dos outros. Eles também buscam a deles. Felicidade é uma mera combinação de mente aberta com oportunidade escancarada. Ser feliz é uma determinação e não uma busca. Felicidade é essência e não matéria.


* Não espere, portanto, que seu bolso lhe traga esta felicidade. A satisfação por um novo bem material em nossa vida proporciona poucas horas de prazer. O que não se pode tocar "esconde" a essência da vida feliz.


* Não espere que a viagem sonhada mude a sua vida. É puro engano. Depois da viagem a realidade de nossos dias retorna. Mudar de vida é mudar valores e, por consequência, a forma de viver.


* Não espere, portanto, que a mudança aconteça de fora para dentro. Seus valores é que precisam ser questionados, avaliados e eventualmente trocados.


* Não espere que, finalmente, seguir os outros venha lhe dar a paz que você busca. Ela se encontra em seu equilíbrio emocional. Ele é a base do seu e do meu plantio.

=========
Saul Brandalise Jr.






segunda-feira, 22 de junho de 2015

O sono


 
O sono é o refazimento das energias gastas na jornada diária, ou seja, buscar o que se gastou em energias para tanto, deve ser reparador, manso, tranquilo.


Portanto, antes de dormir, procure esvaziar a mente de problemas, tensões, estresse, limpe tudo, via meditação e oração, limpe o porão. 

Lembre-se tudo tem solução e se tem solução, por que a preocupação? 

E se não há solução, por que a preocupação? 

A insônia é fruto das tensões, da falta de controle das emoções, ou alimentação inadequada durante o dia e a noite, bem como da falta de atividade física, que provoque cansaço durante a meditação.

Quando você se prepara para dormir, coloque um pouco d’água em um copo numa cadeira ou no próprio criado, e, durante a meditação peça ao seu Anjo de Guarda que coloque o medicamento necessário ao um bom sono . 

Peça a Nosso Senhor Jesus Cristo, vez que somente o corpo é quem dorme, nossa alma vaga de acordo com a nossa evolução, preocupação, enfim, uma série de fatores positivos ou negativos, tudo de acordo com a jornada do dia que termina, portanto, é importante, rogar ao Senhor seja sua alma levada a Planos Superiores, universidades no espaço, não só para maiores aprendizados, bem como para orientação e solução de problemas, para que ao levantar saiba exatamente a melhor solução para tudo.

Faça com certeza, com aquela convicção de que tudo passa, de que há solução para tudo.

Se o sono tem dupla função alimentar e reparar, devemos ter em mente que ele deve durar, pelo menos sete horas, não sendo regra geral, pois cada um tem suas próprias necessidades. 

A meditação tem a função de limpar a tela mental dos problemas, das tristezas, das angústias, das depressões, ou seja, limpar o porão e ao mesmo tempo enviar mensagens de otimismo, de alegria, de que amanhã será um novo dia.

Todos os problemas tem solução, de que tudo na vida passa e de que a própria vida física também passa.


Nunca deite com peso na consciência. 


Procure esvaziar com a meditação e com o pedido de perdão e esquecimento das ofensas.

 Lembre-se que a meditação limpará as tensões, os sentimentos de culpas, os problemas, as ansiedades, as angústias, as depressões, já foi dito limpe a consciência.

Por fim some meditação, oração, água fluidificada com o pedido orientado, ou seja, peça ao seu Bom Anjo de Guarda que coloque o remédio no copo d’água e pronto, prepara-se para dormir leve e docilmente.

********************
Dirceu Abdala 





domingo, 21 de junho de 2015

REGRAS DE MANUTENÇÃO DA SAÚDE



1 º - Realização da reforma íntima, que consiste na reforma e no controle de pensamentos, emoções, palavras e atos.

2º - Vencer vícios e defeitos, dominar as paixões inferiores para manutenção do equilíbrio e da energia vital.

3º - Higiene do corpo físico com uso diário de banhos de água, sol, luz e ar. É indispensável adotarmos métodos de respiração para higienização do aparelho respiratório e da eliminação de toxinas em geral.

4º - Alimentação sóbria e racional, optando por alimentos naturais e saudáveis, ricos em proteínas, carboidratos e gorduras, sais minerais e vitaminas em geral.

5º - Repouso - Dormir o tempo requerido pelo organismo segundo a idade, profissão e temperamento individual. É por meio do sono que repomos as nossas energias físicas e psíquicas, tendo em vista que, enquanto o corpo repousa, o Espírito aure novas forças do plano espiritual para continuação da atividade diária.

6º - Distrações e lazer - Há necessidade absoluta de distrações e lazeres para promover relaxamento proveniente da luta do dia-a-dia, e para isso faz-se (necessário escolhermos distrações sadias e edificantes, lembrando que não é o ambiente ou os espetáculos que nos desequilibram e sim a nossa atitude mental e a nossa sintonização por meio dos pensamentos positivos ou negativos. De preferência devemos evitar espetáculos grotescos, violentos, cruéis que podem despertar a nossa animalidade. É preferível passeios ao campo, parques, jardins, excursões, museus, reuniões culturais, enfim, tudo que nos incite à elevação e à dignidade humana.

7º - Eliminação dos vícios - É indispensável eliminarmos os vícios prejudiciais à nossa saúde, como, por exemplo, o fumo, o álcool a gula e os tóxicos em geral.

André Luiz, em sua obra Nos Domínios da Mediunidade, descreve uma cena de botequim, mostrando como alguns espíritos desencarnados, junto de fumantes e bebedores, com triste feição, se demoravam expectantes.

Alguns sorviam baforadas de fumo arremessadas ao ar, ainda aquecidas pelo calor dos pulmões que as expulsavam, nisso encontrando alegria e alimentação aos seus vícios.

8º - Defeitos morais e paixões - Devemos eliminar os nossos defeitos morais e as paixões inferiores, mantendo em todos os instantes um ideal elevado, tomando a Jesus como modelo de perfeição moral. O orgulho, o egoísmo, a sensualidade, a hipocrisia, a avareza e a crueldade são defeitos morais que devemos eliminar por meio da aplicação da lei do amor a Deus e ao próximo ensinada por Jesus.

9º - Pensar é causar - Eliminar da nossa mente o medo de doenças e pensar em saúde, visto que no ato de pensar em saúde estaremos condicionando todas as nossas células para produzirem mais saúde e equilíbrio.

1Oº - Cultivar um ideal elevado na vida que consiste na conscientização de que estamos aqui para evoluir, crescer e produzir em nosso benefício e em benefício de todas as criaturas. Cultive um ideal, pois neste aspirar é que as nossas forças se expandem promovendo a nossa renovação celular.

MELHORAR OS PENSAMENTOS

O pensamento é o agente determinante da nossa saúde física e espiritual. O nosso organismo se renova constantemente. Enquanto estamos lendo, as nossas células estão se renovando e, por meio dos nossos pensamentos, atuamos na renovação celular, de maneira positiva ou negativa, conforme o teor dos nossos pensamentos. Se pensamos negativamente, atuaremos na renovação celular do nosso organismo de maneira negativa, envolvendo as células em energia psíquica negativa, nascendo assim a doença.

Se cultivarmos pensamentos positivos, atuaremos e envolveremos as nossas células em energias psíquicas positivas, gerando assim a saúde e o equilíbrio. É indispensável a reforma dos nossos pensamentos, substituição de pensamentos negativos por pensamentos positivos - para a manutenção da nossa saúde.

O segredo da cura espiritual consiste em viver em conformidade e harmonia com as leis naturais e divinas e cultivar pensamentos positivos, visto que todas as nossas células são controladas pela nossa mente.

Quando por algum motivo nos sentimos deprimidos, enviamos a ordem mental para todas as células do nosso organismo para que elas se tornem deprimidas. Então o trabalho das células se reduz, ocorrendo assim a lassidão, o desequilíbrio e a estagnação.

A mãe natureza concedeu a todos nós uma máquina biológica perfeita e depende da nossa administração vivermos ou não com saúde. Sabemos que existem doenças "cármicas" e que o nosso corpo físico perece, morre, mas devemos trabalhar conscientemente para que a morte do corpo físico ocorra por desgaste natural e não por doenças. Por outro lado, se estamos doentes, não nos preocupemos com a manifestação da doença, obedeçamos ao médico e procuremos trabalhar para curar a nossa mente, e se assim não se efetivar nesta presente encarnação, em outra teremos uma saúde melhor.

Melhore os seus pensamentos, pense em saúde, alegria, felicidade e progresso. Desenvolva o otimismo qualquer que seja a circunstância em que você está vivendo. Acredite em Deus, na vida, na sociedade, nas pessoas. Adote como lema todos os dias a filosofia do otimismo: Hoje estou melhor do que ontem, amanhã estarei melhor do que hoje, sempre, sempre melhor em todos os sentidos.

Lembre-se do ensinamento de Jesus: "Vós sois deuses" .

Afirme todos os dias:

Eu sou filho de Deus e tenho saúde perfeita e agora estou envolvendo todas as minhas células em energia de equilíbrio, saúde e felicidade. Estou trabalhando conscientemente para melhorar a minha saúde dia a dia, melhorando os meus pensamentos, as minhas emoções e meus atos.

O amor é o remédio. Eu amo a Deus e todas as criaturas.

Que assim seja.
============
Eunilto de Carvalho 

 

sábado, 20 de junho de 2015

ATITUDES


O ser humano é pródigo de atitudes. Compete à razão conferir esses impulsos, de fazer ou não algo na vida.

As atitudes do ser humano devem ser canalizadas, porque elas podem ser honestas ou desdenhar a própria vida. O corpo humano é uma página divina nas mãos espirituais, que deve ser escrita pelos sentimentos.

Compete às criaturas de unirem no que fazem ou devem fazer, de modo que os atos da alma assinalem a liberdade da sua anterior escravidão. 
 
Poderemos ser apegados, no modo pelo qual pensamos ou fazemos.
 
 Se queremos tomar atitudes planejadas de cortar o fio da vida, a consciência nos condenará.
 
 Ao contrário, se respeitarmos as leis que conservam o empenho da existência humana, e não conserva a premeditação para tal falta, a consciência nos defenderá, criando, pelas condições da própria lei, a paz interna.

A Doutrina Espírita veio ao mundo ajudar os homens, na conquista da liberdade. 
 
Conhecendo-a e ao seu Evangelho, notadamente terás força poderosa de te esclarecer e dela te cientificares, pelos preceitos ensinados, dependendo da vivência em todos os campos da vida.
 
 É bom e bem lógico, portanto, que a alma estude e compreenda o valor dos pensamentos.

Se pensares em cortar o fio da vida física, já estarás começando a rompê-lo, porque a premeditação nasce na cabeça, para depois se realizar, pelos fatos.
 
 Escuta bem: cuida das atitudes, e que elas sejam sempre pelos fios do amor, sendo acompanhadas por Jesus.
 
 No entanto, Ele, o Mestre, espera teu convite, para que efetivamente te acompanhe. 
 
Que os teus intentos sejam nobres, da maneira que a caridade te cerque e que a fraternidade te inspire.
***********************************
 Miramez
 

 

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Vivência



Habitualmente perdemos tempo em desgosto inútil, quando nos achamos em antagonismo com alguém ou vice-versa.

Entretanto, vejamos:

Os outros pensam segundo imaginam;

falam o que melhor lhes parece;

fazem o que lhes ocorre aos desejos;

abraçam o que lhes agrada;

adquirem o que estimam;

valorizam o que mais amam;

inclinam-se para aquilo que os atrai;

vivem com quem mais se afinam;

estão no caminho que escolheram;

acham sempre o que procuram.

Isso, porém, não é novidade, porque todos nos padronizamos por diretrizes idênticas; agimos como somos e reagimos, conforme a própria vontade, na condução de nossos impulsos. 
 
A novidade é reconhecer que os outros e nós teremos inevitavelmente aquilo que fizermos.

Alcançando a certeza disso,vale acima de tudo, auxiliarmo-nos reciprocamente, sem queixas uns dos outros, de vez que nenhum de nós consegue aperfeiçoamento próprio senão à custa de numerosas experiências.

À frente da realidade, vivamos com as nossas lições, mantendo a consciência em Paz, e deixemos aos outros o seu próprio dom de aprender e de viver.
**************************
André Luiz
Chico Xavier