quinta-feira, 26 de março de 2015

Renovamo-nos Dia-a-Dia




Não adianta a transformação aparente da nossa personalidade na feição exterior.


Mais títulos, mais recursos financeiros, mais possibilidades de conforto e maiores considerações sociais podem ser simples agravo de responsabilidade.

Renovemo-nos por dentro.

É preciso avançar no conhecimento superior, ainda mesmo que a marcha nos custe suor e lágrimas.

Aceitar os problemas do mundo e superá-los, à força de nosso trabalho e de nossa serenidade, é a fórmula justa de aquisição do discernimento.

Dor e sacrifício, aflição e amargura, são processos de sublimação que o Mundo Maior nos oferece, a fim de que a nossa visão espiritual seja acrescentada.

Facilidades materiais costumam estagnar-nos a mente, quando não sabemos vencer os perigos fascinantes das vantagens terrestres.

Renovemos nossa alma, dia a dia, estudando as lições dos vanguardeiros do progresso e vivendo a nossa existência sob a inspiração do serviço incessante.

Apliquemo-nos à construção da vida equilibrada, onde estivermos, mas não nos esqueçamos de que somente pela execução de nossos deveres, na concretização do Bem, alcançaremos a compreensão da vida, e, com ela, o conhecimento da "perfeita vontade de Deus", a nosso respeito.
***************
Emmanuel
Chico Xavier








quarta-feira, 25 de março de 2015

10 preceitos de serenidade





Só por hoje tratarei de viver exclusivamente este dia, sem querer resolver o problema de minha vida, todo de uma vez.
===
Só por hoje terei o máximo cuidado com o meu modo de tratar os outros: 

delicado nas minhas maneiras, não criticarei ninguém, não pretenderei melhorar nem disciplinar ninguém a não ser a mim mesmo.
===
Só por hoje sentir-me-ei feliz com a certeza de ter sido criado para ser feliz, não só no outro mundo, mas também neste.
===
Só por hoje adaptar-me-ei às circunstâncias, sem pretender que as circunstâncias se adaptem a todos os meus desejos.
===
Só por hoje dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura, lembrando-me de que assim como é preciso comer para sustentar o meu corpo, assim também a leitura é necessária para alimentar a vida de minha alma.
===
Só por hoje praticarei uma boa ação sem contá-la a ninguém.
===
Só por hoje farei uma coisa de que não gosto, e se for ofendido nos meus sentimentos, procurarei que ninguém o saiba.
===
Só por hoje far-me-ei um programa bem completo no meu dia. 

Talvez não o execute perfeitamente, mas em todo caso vou fazê-lo.

E guardar-me-ei bem de duas calamidades: a pressa e a indecisão.
===
Só por hoje ficarei bem firme na fé de que Divina Providência se ocupa de mim mesmo como se existisse somente eu no mundo, ainda que as circunstâncias manifestem o contrário.
===
Só por hoje não terei medo de nada. 

Em particular, não terei medo de gostar do que é belo e não terei medo de crer na bondade.
==========================
Papa João XXII





terça-feira, 24 de março de 2015

Deus está contigo


Não obstante exclamares, muitas vezes, desconsoladamente, “como me sinto só!…” — Deus está contigo em todos os lugares.
 
Habitua-te a senti-Lo porque através de todas as coisas que te rodeiam, a Sua bondade infinita se manifesta, ofertando-te luz e alegria.
 
 O Seu amor palpita em toda a parte, numa torrente de harmonias benditas!…
 
 A Sua misericórdia imensa está na terra que pisas, no ar que te circunda, nas leis inteligentes e sábias da Natureza que te prodigaliza incalculáveis benefícios. 
 
 E nunca te esqueças que Deus é o Amor sem limites.
 
 Enquanto maldizes o sofrimento, algumas vezes, lamentando o teu dia atual que deve ser de proveitoso trabalho, a flor te oferece perfume, a árvore compassiva te dá os seus melhores frutos, a estrela envolve-te de esperança com cintilações e sorrisos, o sol te dá saúde, a terra te oferta inumeráveis tesouros!…
 
 É a bondade inexcedível do Criador que se manifesta em toda a sua intensidade e grandeza, perdoando-nos os ímpetos de revolta e olvidando-nos a cólera, indiferente aos nossos errôneos julgamentos, estimulando-nos para o progresso e animando-te para a elevação.
 
Acostuma-te a ver e a sentir devidamente todas estas coisas!… E jamais te enfraqueças, porque Deus encontra-se em toda a parte e, ao invés de te desesperares, escuta a Natureza, a segredar-te sem palavras: Deus está contigo.
*********************
Emmanuel
Chico Xavier
 



 

segunda-feira, 23 de março de 2015

EM TI PRÓPRIO



"De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus".
PAULO. (Romanos, 14:12.)

Escutarás muita gente a falar de compreensão e talvez que, sob o reflexo condicionado, repetirás os belos conceitos que ouviste, através de preleções que te angariarão simpatia e respeito.

 Entretanto, se não colocares o assunto nas entranhas da alma, situando-te no lugar daqueles que precisam  de entendimento, quase nada saberás de compreensão, além da certeza de que temos nela preciosa virtude.
----------------------------
 Falarás de paciência e assinalarás muitas vozes, em torno de ti, referindo-se,  no entanto, se no imo do próprio ser não tens necessidade de sofrer por algum ente amado, muito pouco perceberás acerca de calma e tolerância.

 Exaltarás o amor, a bondade, a paz e a união, mas se nas profundezas do espírito não sentires, algum dia, o sofrimento a ensinar-te o valor da nota de consolação sobre a dor de que te lamentas;

a significação da migalha de socorro que outrem te estenda em teus dias de carência material;

 a importância da desculpa de alguém a essa ou àquela falta que cometeste e o poder do gesto de pacificação da parte de algum amigo que te restituiu a harmonia, em tuas próprias vivências, ignorarás realmente o que sejam entendimento e generosidade, perdão e segurança íntima.

 Seja qual a dificuldade em que te vejas, abstém de carregar o fardo das aflições e das perguntas sem remédio.
 Penetra no silêncio da própria alma, escuta os pensamentos que te nascem do próprio ser e reconhecerás que a solução da vida surgirá de ti mesmo.
----------------
Emmanuel
Chico Xavier





domingo, 22 de março de 2015

HÁLITO DE DEUS




Quem sintoniza com a Mente Divina sempre exterioriza paz, irradiando incomum alegria de viver.

Qual raio de sol que oscula o pântano, com a mesma tranquilidade o faz com a pétala de rosa; não se aturdindo na algaravia, nem se alterando no silêncio.

Frui da harmonia que absorve, e perturbação alguma o desestrutura, porque entende que o perseguidor está enfermo e o adversário estagia em patamar inferior da evolução.

Ao invés de revidar o mal que lhe impõem, oferece o amor que lhes falta, em forma de perdão e de fraternidade, que necessitam.

Nunca hostiliza a ninguém, porque superou as heranças do primarismo, aspirando as vibrações elevadas dos planaltos da felicidade, onde se encontra psiquicamente.

Sente-se estimulado à evolução e mais se doa por constatar quão imensa é a carência daqueles que ainda se estorcegam nas paixões perturbadoras.

O hálito de Deus, que a tudo vitaliza, nele encontra receptividade e penetração, por isso é feliz. 
 *****************************************
Joanna de Ângelis





sábado, 21 de março de 2015

POR QUE NÃO FEZ?



O homem perde muito tempo sobre a Terra.

Estaciona por longos anos à margem da estrada que lhe compete percorrer.

Distancia-se de suas possibilidades.

Vê passar a juventude.

Assiste ao declínio das forças físicas.

Prepara-se, a vida inteira quase, para o que nunca fará.

Quando acorda do seu estado letárgico, os seus dias no corpo escasseiam.

Não tem mais o vigor de outrora e a paisagem em torno já não é a mesma.

Quer retroceder, correr atrás do sonho que agora observa pelo retrovisor da existência, mas não pode.

Lamenta-se inutilmente.

Por que não fez no exato momento em que tomou consciência da necessidade de fazer?!
**********************
Irmão José
 


 

sexta-feira, 20 de março de 2015

NOSSOS PROBLEMAS






De modo geral, um problema surge à frente e consideramo-nos para logo batidos pela aflição. Não raro, contornamo-lo através da fuga deliberada. Noutras ocasiões, antes de arrostá-lo, resvalamos em desânimo ou rebeldia. E lá se vai a oportunidade da promoção.

Às vezes, nós – espíritos eternos – perdemos sucessivas reencarnações, simplesmente pelo medo de facear certas dificuldades justas e necessárias ao nosso burilamento.

Problemas, no entanto, constituem o preço da evolução.

Não há conhecimento sem experiência e não há experiência sem provas.

Em todos os níveis da Natureza prevalecem semelhantes princípios. O embrião da planta vive na semente um problema fundamental: como atravessar o envoltório que o resguarda, para construir o seu próprio caminho na direção da luz? A lagarta enfrenta outro: onde encasular-se para ser borboleta?

Não fossem os desafios e exercícios da escola, a cultura, tanto quanto a civilização, seriam tão-somente ideias remotas no campo da Humanidade.

Não te amedrontes ante os problemas que te visitem. São eles recursos naturais da existência, medindo-te a capacidade de adaptação e crescimento.

Nunca te certificarias se possuis bastante reservas de coragem, sem o obstáculo que te ensina a decifrar os segredos da autosuperação, e jamais saberias se realmente amas, sem a dor que te ajuda a desentranhar os mais puros sentimentos do coração.

Problemas são sinônimos de lição. Se tens o caminho repleto deles, isso significa que chegaste à madureza de espírito, com a possibilidade de frequentar simultaneamente vários cursos de aperfeiçoamento no educandário do mundo.

Bendize o ensejo de testemunhar a tua abnegação e a tua fé, porque todo momento de compreender e perdoar, auxiliar e edificar, é hora de aprender e tempo de progredir.
*******************
Emmanuel 
Chico Xavier 
 


 


quinta-feira, 19 de março de 2015

Alimento Espiritual



A saúde no corpo muitas vezes começa no pensamento sadio.

Não dê guarida a mágoas e rancores.

Entregue ao tempo toda ofensa.

Se você já é capaz de escolher o alimento de que seu corpo necessita, também pode selecionar os pensamentos que nutrem seu espírito.

Se quando a doença chega, você recorre ao médico, busque também a Jesus nos momentos de crise interior.

Tudo passa e o determinismo do espírito é a felicidade e a harmonia. 
 
Um dia você irá devolver à natureza o corpo amigo que serviu ao seu aprendizado no mundo, restando somente o que granjear na alma, depositária real de nossos destinos.
******************************
Scheilla
 



 

quarta-feira, 18 de março de 2015

Suspeita




Suspeita é a "crença desfavorável, acompanhada de desconfiança" , referente a alguma coisa ou a alguém. Mau juízo decorrente de ideia vaga, sem apoio legítimo, que, no entanto, se transforma em urze calamitosa, espraiando-se no campo mental e culminando por asfixiar os
nobres ideais em que se devem sustentar as aspirações humanas.

De maleável contextura, a suspeita, semelhante ao miasma sutil, se adensa e se avoluma, logrando vencer quem a cultiva.

Normalmente, reflete o estado espiritual daquele que a agasalha.

A consciência reta não lhe dá guarida, enquanto o sentimento atormentado padece-lhe a constrição, o estigma.

Necessário cercear-lhe o avanço, porquanto, de fácil aceitação corrói as melhores estruturas, conseguindo exteriorizar- se em maledicência vinagrosa, que numa frase decepa uma existência digna e, num sorriso de mofa, ceifa as mais elevadas expressões de jovialidade e de progresso.

A suspeita é a genitora do ciúme, que dela se nutre, passando de simples ideia leviana a obsessão tormentosa, geradora de alucinação e impulsionadora de crimes.


Ninguém está imune à suspeita do próximo. 
Cada um vê uma paisagem conforme a cor das lentes que tem sobre os olhos.
 Assim, muitos fatos parecem o que melhor convém aos espectadores ou às suas personagens. 
Não sintonizes os teus com os seus pensamentos enfermos dos levianos e maliciosos. 

Insiste na perseverança das realizações a que te vinculas, sem permitir-te diminuir a intensidade que lhe conferes. 
Muitas vezes o que parece ser, verdadeiramente tem outra significação, que não pode ser apreendida de relance. 
Mesmo em acurada observação, fatos e coisas se expressam mais de acordo com o observador do que com a sua própria estrutura. 
Abre, assim, o espírito à tranquilidade e não estaciones nos degraus da mágoa que a suspeita dos outros coloca à tua frente, nem te facultes a leviandade de suspeitar de ninguém. 

Quem erra, faz-se escravo do gravame que comete. 

O culpado, embora se disfarce, conhece a face do engano ou do crime perpetrado. 
Ninguém se evade da província da consciência culpada, antes de conseguir o ônus da autorecuperação.
******************************
Joanna de Ângelis







terça-feira, 17 de março de 2015

Depressões



Se trazes o Espírito agoniado por sensações de pessimismo e tristeza, concede ligeira pausa a ti mesmo, no capítulo das próprias aflições, a fim de raciocinar.
*
Se alguém te ofendeu, desculpa.
*
Se feriste alguém, reconsidera a própria atitude.
*
Contratempos do mundo estarão constantemente no mundo, onde estiveres.
*
Parentes difíceis repontam de todo núcleo familiar.
*
Trabalho é Lei do Universo.
*
Disciplina é alicerce da educação.
*
Circunstâncias constrangedoras, assemelham-se a nuvens que aparecem no firmamento de qualquer clima.
*
Incompreensões com relação a caminhos e decisões que se adote são empeços e desafios, na experiência de quantos desejem equilíbrio e trabalho.
*
Agradar a todos, ao mesmo tempo, é realização impossível.
*
Separações e renovações representam imperativos inevitáveis do progresso espiritual.
*
Mudanças equivalem a tratamento da alma, para os ajustes e reajustes necessários à vida.
*
Conflitos íntimos atingem toda criatura que aspire a elevar-se.
*
Fracassos de hoje são lições para os acertos de amanhã.
*
Problemas enxameiam a existência de todos aqueles que não se acomodam com estagnação.
*
Compreendendo a realidade de toda pessoa que anseie por felicidade e paz, aperfeiçoamento e renovação, toda vez que sugestões de desânimo nos visitem a alma, retifiquemos em nós o que deva ser corrigido e abraçando o trabalho que a vida nos deu a realizar, prossigamos à frente.
***********************
EMMANUEL
CHICO XAVIER